sexta-feira, outubro 06, 2006

who am i?

Agora que estás distante, refugio-me entre as folhas de papel como se fossem lençóis na cama e a tinta negra rasura sobre o opaco e o desfolhar amarelado das folhas.
Estás tão longe... mas continuas tão próxima, não sei como, por certo, só por artes mágicas.

O som que ecoa no quarto transpira meditação sobre uma curiosa pergunta à qual não sei resposta, assim... e enquanto estás longe, distraio-me na cinza das horas, a percorrer as veias do meu corpo para o libertar das mágoas e lágrimas que teimam em não sair. Gostava que se derramassem pelo rosto e se enxugassem por fim, mil pesos que sairiam do corpo e enfim, leve e mais alegre...

Afinal, quem sou eu?

Por vezes, lembro-me de antigas crónicas em que me auto intitulava de corvo de nanquim, pousado no ramo de uma árvore seca e queimada numa noite sem luar à procura de uma pomba branca, em sinal da paz que quero no espírito, da alegria da alma e da felicidade no coração, pomba branca onde estás? Tão longe de mim... voa para mim enquanto a noite desce à terra que nos acolhe!

(...) who am i? who am i for you?

Onde estás?
Onde estás nas noites em que preciso de ti? Onde estás agora? Estarás a olhar para a lua assim como eu?

Onde estás?
Onde está aquela menina que me encantava com o sorriso?
Algures por aí... mas porque não me estende a mão?

As lágrimas secas das noites anteriores escorrem-me pela cara...

Bruno Ribeiro
Pms. 6.Out. 06
Escrito enquanto ouvia:
"Mellow collie and the infinite sadness"
Smashing Pumpkins

3 comentários:

rainbowsky disse...

Como é fácil entender as tuas palavras, mergulhar no peso e dor que transbordam como o rio que ainda à dois dias estava seco e hoje já corre água para o mar. Como é fácil entender... por sentir tantas vezes a mesma sombra a pairar sobre o meu coração e a minha voz a ecoar na mente a perguntar-se.... porquê? porquê? Porquê?... e o silêncio é sempre a mesma resposta!!! É escusado dizer, mas sabes que podes contar sempre comigo. Um abraço. Paulo.

in baraujo.blog.com o meu 1º blog

marisa disse...

fico sem palavras com as tuas palavras, a grandiosidade destas e mto bela

apesar de transpacer tristeza espero k o sol brilhe brilhe mto...

beijocas :) felicidades

in baraujo.blog.com o meu 1º blog

Pamn disse...

Acorda do teu sono e vive...
:P