domingo, outubro 15, 2006

uma lágrima em forma de letra


Houve momentos em que as estrelas brilharam bem lá no fundo do mar e os barcos acendiam candeias que iluminavam a noite, momentos esses que até o arco-íris se intimidava devido à cor, à alegria que nos foi invadindo de alto a baixo.
Houve momentos em que o nevoeiro ou a chuva esconderam essas luzes, essa magia, só por nós presenciada... e agora existe um nevoeiro cerrado, uma chuva intensa que abraçou o nosso mundo e só nosso! Tenho medo que esse nevoeiro perdure e não deixe ver lá em cima os barcos, lá em baixo as estrelas... tenho medo de perder a magia do teu sorriso (sim, tu sabes fazer magia, tu és mágica)... medo de perder a magia do teu olhar...
Quando poderei ver novamente as estrelas a nadar na água? E quando voar na noite através dos barcos?
O que fazer para esse nevoeiro se evaporar? E algum dia irá evaporar?
Tenho medo das perguntas e ainda mais medo das respostas...

Um dia em que te magoei… e naveguei sob um nevoeiro cerrado
Bruno Ribeiro

3 comentários:

yohanan disse...

oie...*** Encontrei-te por acaso,... Não tenhas medo, que vai chegar a hora em que o nevoeiro desaparecerá por completo, e comtemparás a magia do seu sorriso e a magia do seu olhar!! Escreves mesmo mt bem, fazes sonhar com estas letras em forma de lágrima...mas sorri também. :) beijokassss

in baraujo.blog.com o meu 1º blog

rainbowsky disse...

As lágrimas em forma de letras povoam a alma de muito seres que habitam este mundo. Não apenas eu, tu, nem qualquer outro ser humano. Fazem parte da natureza em geral. Somos apenas pequenas gotas que separadas não fazem por vezes sentido, mas todas juntas fazem não uma frase, mas um sentimento inteiro.
Quanto ao nevoeiro existirá sempre, mas esperemos que em menos ocasiões que a limpidez que nos permita olhar o horizonte como se olhássemos a nossa própria alma.

in baraujo.blog.com o meu 1º blog

marisa disse...

bruninho as tuas palavras sao tao lindas... acho k a pessoa a km são dirigidas ao ler fica de coração mole...
meu caro nao deves ter medode nada nem kestoes nem respostas acho k o tempo te vai ver as coisas de outra maneira vais ver k as kestoes nao doem e as respostas sorriem...
esse nevoveiro desaparcerá e um raio de sol ira vir as estrelas irao brilhar e os barcos iras encontrar...

fikei estarecida com tao belas palavras nao me canso de repetir... beijocas gdes

in baraujo.blog.com o meu 1º blog