domingo, maio 04, 2008

sonho molhado


espero por um momento, um eclipse
mas também espero pelos momentos
em que as flores azuis brotam para a vida
como as primeiras notas de uma música
que a brisa do vento trás, fresca e alegre!

procuro também os momentos
em que os pássaros voam para pousar
sobre os ramos verdes e coloridos das árvores,
de uma viagem longa, tão longa como a vida!

mas a vida só é longa se a souberem viver...

procuro os nanosegundos em que com espanto
acordas para um novo dia
com um sorriso nos lábios...
com um olhar feliz...
com mil beijos nos lábios...
com um madrugar feliz...
e em que queres viver comigo todos os dias, dia-a-dia!

mas um eclipse é sempre mágico!
quando o sol e a lua se amam...
nascem milhares de milhões de estrelas...
acendem-se milhões de milhares de barcos
que se cruzam entre si...
e criam estrelas cadentes que vão cair e brilhar nos
mares
e os barcos... mágicos como são
reluzem no céu negro da noite
com candeias de neptuno


procuro o momento!
aquele em que com um olhar
me dizes que me desejas...
aquele em que com um beijo
me dizes que me amas...

aquele em que toda a tua roupa
desliza pelo teu corpo como seda...
como o mar quando despe a areia,
como o dia que despe a noite...

abraçados, sentados na areia
a ver-o-mar durante a noite
à espera do dia...

agarrados corpo-a-corpo
colados pelos lábios...
me dizes – “para sempre!„

um sempre maior que o céu
o lençol que nos cobre!
maior que o universo que nos acolhe;
maior que o número de estrelas,
ou os grãos de pó,
ou o ar, a água ou a terra!
maior que todos os seres
maior que todos os reis
maior que todos os deuses

um sempre que nunca morre...

e são as músicas que tornam alguns momentos,
.................................................- momentos únicos
e são os gestos que nos marcam
as palavras e os sorrisos...
as palavras que não se dizem pela boca, apenas com
os olhos
olhares que tudo dizem tudo mostram

o momento que procuro...
é toda uma vida de felicidade que desejo ter
contigo a meu lado e contigo viver;
contigo sorrir e rir, chorar e falar;
contigo ver, observar, olhar e aprender;
contigo viajar, estar e querer
e olhar para o céu e lembrar os barcos
olhar para o mar e ver o primeiro olhar

e quando menos se espera
a magia aparece e faz suspirar!
e criam-se palavras e frases que não existiam
e canta-se, dança-se e abraça-se...

sonha-se...



uma nuvem que nos leva pelo mundo
ver o pôr-do-sol ali e acolá
e na cama o nascer de um novo dia,
amanhecer com beijos...
adormecer com desejos...
viver com a música que nos cativa

e é amar-te assim perdidamente
em que uma rosa refresca o teu corpo
percorre-o suavemente... arrepiando-o...
beija-o...

é como um rio que desce uma montanha devagar,
devagarinho...
é como uma pena perdida no ar
que está a passear com o vento;

um cubo de gelo a tocar no pescoço, nos ombros e no
umbigo,
sem caminho traçado e com destino incerto;

os meus lábios beijando a água derretida,
lambendo e deixando saliva,
muito devagar devagarinho...
e as mãos a seguirem caminhos distintos...
pelos teus seios...
e beijo-os... e lambo-os... mordisco-os...

beijo-te!



a minha língua toca na tua língua;
os meus lábios tocam nos teus lábios;
os meus lábios tocam na tua língua;
a minha língua toca nos teus lábios...

lambo-te o pescoço... beijo-te os ombros..
desço para os seios molhados e fico por lá...
desço até ao umbigo que parece um poço
onde sacio a minha sede, o meu desejo...
e desço...
desço mais... e perdido...
deixo-me ir pelas ancas, pelos joelhos até aos pés...
lavo-os com carícias, massajando com beijos...
sem te aperceberes, subo pelas pernas...
e perco-me...

abro os olhos e percebo que estou só na cama
desejando, pelo menos, ter-te a meu lado...

Bruno Ribeiro
Lisboa, 13 de Dezembro de 2003

7 comentários:

LNeves disse...

Bem... Grande sonho!!!

Uma pergunta pertinente:

Se estavas todo "on fire" no sonho, e quando acordaste ela não estava ao teu lado... Ao menos vieste-te??? É que sem gaja é mau... Sem orgasmo ainda é pior!!! :PPPPP ihihihi

***MUAAAHHHH***

NAELA disse...

Bruno fragmentos de momentos num sonhar intenso, profundo!
Excelente descrição de sentimentos, gestos e cores, além de estar acompanhada de uma selecção fantástica de fotografia!
Todo o teu poema dança em nossos olhos!
Beijo perfumado

Som do Silêncio disse...

Olá Bruno!

Bem...este teu post...
Poderia dizer muita coisa, mas não tenho um leque para me abanar, e isso torna a coisa mais difícil...

É interessante ver a forma como abordas os sentimentos...os momentos...de forma tão intensa.
Intenso poderia ser também o que me apetece dizer (risos), mas nem me atrevo!!!!
Gosto quando soltas esse teu lado mais ousado...fazes sonhar qualquer mortal..e mortal que sou...

Vejo também que este texto foi escrito já faz uns anitos, o que me diz que agora estás mais "apurado" (risos)

Bem...poderia ficar aqui a divagar e dizer o que senti quando li este texto, mas não o vou fazer...por todas as razões e mais algumas, mas não saio sem te dizer apenas uma coisa...
O que desejas se quiseres tens e sabes como o ter!

Beijo sentido

Encontro de Almas disse...

Olá...confesso que li tudinho até ao fim, e gostei particularmente quando dizes que a vida só é longa para quem a sabe viver...


Beijinhod

Brain disse...

Grande final!

Aquele Abraço.

MirMorena disse...

Olá

Seu post é de tirar o folego...intenso...sensível...
Adorei...
Parabéns

Perla disse...

Ufa!
Foi um sonho e tanto!

Bem encadeado!

Bjs