quinta-feira, maio 15, 2008

timidez


photo: ask me no questions ..._avalon

esse teu olhar felino
de lábios rosados e húmidos
que me sorri!
esse teu gesto sedutor
de vestido justo
que me encanta…!

ai!

não fossem os meus gestos tímidos…
neste apaixonar lento
de uma troca de olhares…

ai!

não fosse a minha voz trémula
neste apaixonar lento
de uma troca de vontades…

esse requinte perfumado
que me embala
num jardim de tentações!
esse teu andar serpenteado
no caminho do nosso beijo
turbilhão de desejos…!

ai!

não fosse o dia noite
neste apaixonar lento
de uma troca de olhares…

ai!

não fosse o desejo sano
neste apaixonar lento
de uma troca de vontades…

e já estariam no chão
espalhadas… perdidas…
não queremos saber.
as roupas que nos tapavam…

e já estariam no chão
juntos… unidos…
não queremos saber.
os corpos que se destapavam…!

mas temos de nos conter
nesta troca de olhares
nesta vontade infame
de nos amarmos…

mas temos de nos conter
nesta troca de vontades
nestes olhares infames
de nos amarmos…


e as nossas mãos juntas
abertas e a dançar
serpenteando o ar
desenhando formas diluídas
na vontade de nos amarmos
ali mesmo,
em que o teu vestido justo
te desliza pelo corpo
assim como o meu olhar
que se perde nas tuas formas…
ali mesmo,
em que me percorres
com a brisa da tua voz
enquanto as mãos desenham
as vontades do nosso olhar!

Bruno Ribeiro
Lx. 6.Abril.008

10 comentários:

NAELA disse...

Bruno não prendas a vontade de correr ao encontro dos sonhos, eles ditam o que vai no nosso intimo!
"em que me percorres
com a brisa da tua voz
enquanto as mãos desenham
as vontades do nosso olhar!"
Simplesmente intenso e belo;)
Beijo sentido!

EDUARDO disse...

Amigo Bruno está poderosamente apaixonante, o teu poema, se é amor entao que seja assim, extrovertido!!
Abraço

paradoxos

Diva disse...

Cheguei aqui no rasto da naela... que não sabia muito bem o que dizer caso a Diva e o Bruno namorassem hehehe... valeu a pena. Gostei da sensibilidade do teu cantinho. Volto.
Bjs meus

Brain disse...

F
A
B
U
L
O
S
O
!
!

Abraço!

Twlwyth disse...

Bruno,

Andas inspirado ultimamente. :)

Que as vontades se troquem em instantes eternos...

Adorei.

Beijo

Azul disse...

Olá Bruno!

Tenho para mim que quando nos contemos deixamos, em parte, de sermos nós próprios. Mas... apesar disso entendo bem essa tua timidez e não posso deixar de dizer que ela é deliciosa.

Beijo Terno

PS:Obrigada! Pelas tuas palavras deixadas no meu cantinho.

Jus d'espoir disse...

Meu Deus... quanto sentimento... quantas palavras carregadas de sabor. É simplesmente lindo!

MirMorena disse...

Esses olhares que dizem e revelam tudo....

Maravilhoso

Bjusss de carinho

Som do Silêncio disse...

Bom dia Bruno

Este teu texto está repleto de sensibilidade e sensualidade.
Gosto quando escreves assim, sinto-te solto...e acima de tudo, capaz de tudo o que mais desejas.
A maneira como descreves o momento é de tal forma que é praticamente impossível uma pessoa não entrar no "filme". Eu entrei e senti!
Desde a troca dos olhares, o toque das mãos, o vestido que docemente deslizou pelo corpo...
E claro que poderia continuar a divagar, mas depois deixava de ter piada, certo?

O meu beijo terno para ti

Carla disse...

há um turbilhão de emoções destas tuas palavras...fui-me envolvendo lentamente nestas palavras intensas
beijos