sexta-feira, maio 23, 2008

acordes de desilusão

photo: st_Hernâni Faustino


junto à minha companhia – solidão!
esboço uns acordes que não sei tocar,
som triste no silêncio da noite…
derramo palavras de melodia que conheço,
cai uma lágrima… gela no olhar,
derrete no coração… seca no vazio…

na guitarra sem cordas,
ecoa sons surdos, melodias do passado
e agora presente melancólico.
agarro no violino…
e sinto-me morrer a cada anoitecer…
som que entranha de suavidade,
no meu olhar… murmúrio surdo.
descalabro em cada nova lágrima!
é tempo de parar de chorar…
e tocar no silêncio da noite
as mesmas músicas…
… mas enfrentando tudo o que sinto!
e pintar naquele quadro negro
um traço branco…
pincelada de esperança!


esperança de dias melhores.

Bruno Ribeiro
Lx. 1.Fev.007

7 comentários:

Som do Silêncio disse...

Boa noite Bruno!

Desde já os meus parabéns pela escolha da imagem. SOBERBA!
Depois quanto ao texto....bem... :)

Mas é assim, vou dizer-te exactamente o que senti.
Sinto que é um grito pela sobrevivência, ou seja, a "decisão" de colocar algo para trás e acreditar que o amanhã existe, e quem sabe, trazer consigo algo de bom para a alma.

E pronto....já disse!

Beijo terno

teetee disse...

Bom dia! Posso entrar?

... gostava de te acompanhar nesta melodia linda... só para não estarmos sozinhos, só para não nos deixarmos consumir pelas horas que não passam...
O importante na poesia, o mais delicado dela, é que depois de um dia pessimista, venha cantar uma manhã de esperança, que contribua às almas de quem a escreve e quem a lê!

Um abracinho

teetee

Vanessinha disse...

Gostei tanto deste espacinho. As tuas palavrinhas são tão maravilhosas. Vou adicionar aos meus favoritos.

MirMorena disse...

"...é tempo de parar de chorar…
e tocar no silêncio da noite
as mesmas músicas…
… mas enfrentando tudo o que sinto!
e pintar naquele quadro negro
um traço branco…
pincelada de esperança!..."

*****
Lindo desabafo...
Qua as tuas esperanças tenham se renovado e muito desde fev.007

Bjuss de carinho

nuvem disse...

Mais um belíssimo poema, este que nos ofereces.

Beijos :)

f@ disse...

Acordes
melodiosamente
o som de violino ecoa
secreto
pincel verde
espera mensagem das cores
das nuvens beijinhos

Jus d'espoir disse...

"...cai uma lágrima… gela no olhar,
derrete no coração… seca no vazio…"

Lindo... que turbilhão de sentimentos estas palavras transmitem. Quantos de nós já não se sentiram assim.
Este é um dos meus espaços preferidos.Parabéns!