sexta-feira, junho 06, 2008

vagueando no teu corpo

photo: drowned world_avalon


nu,
deambulo por aqui e ali
nas ruas puras do teu corpo
perfumado,
vagueio por entre os dedos da tua mão
saboreando-os, desenhando-os
moldando-os com os meus
ao ritmo das velas
esboçamos o trilho do prazer
no corpo de cada um…

nu,
deambulo pelos desejos da paixão
olhando para cada pétala
do teu corpo que desfloro
através dos meus lábios…
o teu pescoço…
os teus seios…
a tua barriga…
as tuas ancas…
as tuas pernas…

mergulho na vontade de te dar prazer
e o teu olhar revela
a tua vontade de me tocar…
e amamo-nos, apaixonamo-nos…
mil vezes em cada mil olhares…

Bruno Ribeiro
Abril.008

9 comentários:

Diva disse...

Bela viagem... pelo corpo e pela alma.
Bjs meus

Som do Silêncio disse...

(chegando ao blog do Bruno com uma t-shirt e uns calções...coitado do rapaz, ainda se constipa, agor anda nú!)

Bruno, olá :)
Gostei deste teu texto, muito ao teu estilo, mas deixaste-me preocupada, sabias? O tempo não anda certo e ainda ficas doente, apanhas uma corrente de ar...sei lá!!!

Mas aproveito para te dizer também que quando te entregas...é de uma forma linda, suave e principalmente terna.
Quem te lê fica assim....tipo...encalorada!!!

Beijo terno

P.S. E veste-te ok?
:p

NAELA disse...

Bruno olhando para cada pétala
do teu corpo que desfloro
através dos meus lábios…
sinto-te entregando-me a ti nestes versos sem fim!
Excelente;)

Azul disse...

Olá Bruno!

Delicioso este teu vaguear.

Gosto de te saber assim... (quer dizer... gosto de te saber assim, apaixonado... ihihihi)

Fantástico Bruno! Como sempre!

Um beijo meu... terno!
Azul

Azul disse...

BACK!!!

Esqueci-me de te dizer uma coisa!!!!

A música de fundo é FANTÁSTICA!!!
MAS...

Acho que combina melhor contigo... algo mais... alegre!!! Assim, como eu te creio!

Beijocas

LNeves disse...

nu,
deambulo por aqui e ali
nas ruas puras do teu corpo
perfumado,

Parece-me perfeito :PPPP

***MUAH***

MirMorena disse...

Palavras nuas revestidas de paixão....
Estão lindas....

Bjusss de carinho

f@ disse...

De ambula(r)- (nas tuas palavras)
nu perfume e no sabor com que moldas na cera a escorrer da vela acesa, do desejo, do toque e do olhar...
re vela o desenho nu em 1000 mergulhos...
beijinhos das nuvens e parabéns pelo belissimo poema

Flash disse...

Olá

Muito bom o que li!