segunda-feira, junho 09, 2008

passeio da vida

photo: sleepless_alba luna

uma bengala que marcha
rosto vivido e alegre
uma mão dada de carinho
cabelos grisalhos, negros do tempo
ternura em cada olhar
passos mais repousados
de quem já nada espera
apenas aprendeu a viver…

um sorriso em cada gesto
um abraço sentido
um beijo de respeito
amor presente, quadro da vida
de quem por tudo passou
amizade, respeito, compreensão
tolerância em cada palavra
de quem já nada espera
apenas aprendeu a viver…

só espero um dia viver estas palavras
de mão dada à tua mão
sorriso em cada gesto
brilho no olhar de amor
de quem por tudo passou…

até lá,
vive comigo como se cada dia fosse o último
de quem tudo quer dar
amor por viver, amor sentido
paixão permanente
sorriso em cada gesto
olhar ternurento…

Bruno Ribeiro
PMS. 2.Março.007

16 comentários:

Flôr de Luali disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flôr de Luali disse...

Só espero um dia viver esse amor...amor verdadeira feito de entregas e cumplicidade...:)
Nem sei que dizer, já gastas-te todas as palavras e da forma mais bela:)
Beijo terno

NAELA disse...

Bruno excelente fotografia, que retrata tao bem este poema!
Uma das mais belas homenagens ao AMOR e ao TEMPO!
Simplesmente adorei e senti por breves momentos passear nas letras de um sentimento tão bem descrito!
Beijo sem tempo

Shakti disse...

Bonita homenagem ao amor...gostei muito de ler este poema...

bjs

Diva disse...

Bela imagem. Uma linda homenagem a vida e ao amor.
lindo poeAMOR.
Bjs meus

MirMorena disse...

Palavras carregadas de sentimentos...
Lindo...Que o tempo te traga isso e muito mais....

Bjuss de carinho

Som do Silêncio disse...

Olá Bruno

Para já, não posso deixar de dizer, parabéns pela excelente escolha musical.Gosto muito mesmo.
Quanto ao teu texto...bem...que poderei dizer, senão que és das pessoas que quando fala sobre o amor e o seu tempo, que mais me prende com as palavras sentidas.
Muito...mas mesmo muito bonito.

Deixo-te quele beijo que a ti pertence.

Som do Silêncio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Som do Silêncio disse...

Claro que "quele" é "aquele", sei que percebeste, contigo bastam meias palavras...e fica tudo dito, não é?
(eu não devia falar de meias... :P )

Beijo*

Perla disse...

Que um dia o sentimento seja o mesmo. Que o amor sempre esteja presente "de mão dada"...
Bjs

ivone disse...

e o amor olha_se?
cheira_se?
espera_se?



ps: gostei dessa música
de quem é?

f@ disse...

Um sorriso por cada palavra, infinitamente sentido o poema e a música ... sorrisos e beijos das nuvens

LNeves disse...

Lindo poema miudo :)))

***MUAH***

Azul disse...

Bruno!

Sabes que mais... este poema com esta música fantastica de fundo... faz uma combinação perfeita!!!!!

Parabéns!

Meu beijo terno
Azul

Paradoxos disse...

Como sempre mais uma pérola poetica :-)

Twlwyth disse...

Este poema fez-me lembrar uma pessoa que me deixou um legado de olhares ternurentos, conselhos sinceros, gestos generosos.

Às vezes esquecemo-nos de acarinhar quem ainda temos.

Um beijo doce Bruno

Bom fim de semana