quarta-feira, março 28, 2007

allure

é com orgulho que coloco esta linda pintura da betty [encontrosnacidade], obrigado por teres partilhado comigo, só ela completa este poema!

depois de um banho como tantos outros
visto o meu traje que me esconde
da insegurança de um qualquer andar
por entre os olhares desconhecidos,
ergo o meu olhar confiante
e borrifo o corpo com sedução
despenteio o cabelo…
óculos escuros e saio para a rua…

vagueio até um qualquer lugar atrasado
e vejo-te luminescente como uma estrela
e miro-te… e olho-te… e sorrio…
baixo os óculos, arrumo-os
e seduzo-te com o olhar…
sorris para mim, suspiro silencioso…
e partimos para a dança da sedução
inconscientes,
como o sol que nos abraça…
e num outro qualquer lugar
longe dos olhares indiscretos
longe das vozes desconhecidas
perdemo-nos em bebidas e conversas
em toques suaves como a brisa
que nos ergue na paixão!
e banhamo-nos na espuma das ondas
pequenos passos sem rasto…
sentados numa esplanada ao luar!
partilhamos olhares discretos
que nos perscrutam a alma!

trocamos palavras silenciosas
de desejos escondidas inconscientes
e derretemo-nos…
quando a lua por fim se deita
cansada pela música da noite…
e damos a mão em silêncio…
mão essa que nos faz abraçar…
abraço esse que nos faz beijar…
beijo esse que nos faz desejar…
desejo esse que nos faz despir…
num ritmo pausado e apreciado!

e pinto o teu corpo em silêncio
com as mãos e com os dedos
que revelam a sombra dos teus suspiros
que fazem aumentar os meus desejos…
e o silêncio de um beijo
um tango entre as línguas…
e a tua mão que empurra a minha
a revelar o corpo que me deseja!
e no relevo da tua pele
desenho a fragrância do meu perfume
e diluo com a língua
aguarela da paixão que nos assola!
e enquanto te possuo com a língua
e as pontas dos dedos
gemes de prazer, balada da atracção
e os primeiros raios de sol
revelam no chão a pintura dos nossos corpos
as cinzas das horas da paixão
e dois corpos nus que se abraçam

Bruno Ribeiro
Lx. 21.Março.007

11 comentários:

betty boop disse...

A primavera tem o dom de fazer renascer, de florir os sonhos onde tivemos a ousadia de nos deitar, deleitando-nos com o perfume do pólen que só o desejo sabe soltar. É primavera…e com ela traço-te um tapete para que a paixão percorra no florir de cada sorriso que os nossos lábios soltam.

Tenho orgulho de entrelaçar a minha imagem com as tuas sedutoras palavras, tal como o entrelaçar dos corpos na dança sensual que representam...

um beijo especial com sabor a brigadeiro...até que novos entrelaçares ocorram ;)

mensageira disse...

Uma descriçao cheia de ternura , um apontar à vida e ao que ela tem de melhor, o amor, o prazer, a leveza, a sensaçao do que é belo,e do que realmente nos faz soltar, e sonhar...

Beijo

Arion disse...

Ai, que saudades... :D

Madalena disse...

Adoro qd de manha venho aki espreitar e vejo estes poemas maravilhosos!
Um dia destes vou ganhar coragem e pedir-te que escrevas um para eu colocar no meu blog :)
Bjokas
Madalena

rainbowsky disse...

É com alegria e um sorriso nos lábios (daqueles raros, que aparecem no meu mundo muito de vez em quando) que atravesso os recantos destas palavras magníficas. Ó amigo Bruno estou mesmo a ver o teu ar de pateta apaixoinado :) eheheheh. Mas é bom saber que aqueles que temos como AMIGOs verdadeiros, têm momentos assim. Continua assim apaixonado, divertido e alegre... és bem mais fácil de aturar ehehehe. Um abraço! Já agora um beijinho pra Betty por essa pintura também 5 estrelas. Eu dou-vos a minha benção. eheheheh

Morrigan disse...

Encontros testemunhados pela lua...são encantadores. Que cada luar traga fantasias renovadas e sonhos aluados...um beijo...e bom fim de semana...lol lol lol

Anónimo disse...

vejo por palavras que a tua vida segue o mesmo caminho com que te conheci. é bom saber-te vivo. E ainda que por vezes, de alma e coração - intranquilo - acima de tudo, com a rara capacidade dos poetas de colocar todo o desassossego interior na pele externa da realidade. seja em papel, rascunhos, ou poemas de uma força tamanha - nesta posteridade - a que agrada-me voltar e novamente chamar - de amizade. Um grande abraço para ti amigo. vamos acabar por nos cruzar por aí.

Tiago - poeta.

meialua disse...

Olá. Vim ver as novidades e deixar um beijinho com muito carinho e o desejo de uma Páscoa muito feliz!!***

Twlwyth disse...

Observo esta dança de palavras, onde se soltam suspiros guardados, quebram-se silêncios prolongados e se abrem janelas para lugares inusitados.
Os corpos sorriem no rasgar da solidão.

Este post é um exemplo de um admirável trabalho de equipa. :) Beijos.

Secreta disse...

A pintura é de facto magnifica e as tuas palavras exuberantes ... Gostei muito deste post.
Beijito.

Madalena disse...

Quero deixar kilos de ovos de Páscoa, correspondendo cada um deles a um beijão!
Uma excelente Páscoa!
Bjokas gandes
Madalena