quinta-feira, abril 19, 2007

verso na pedra!


nos versos da noite
quando me pinto entre os lençóis
sinto o teu corpo dançar com o meu
mesmo que apenas sejam sonhos
e vibro em cada olhar lunar!

desenho sons que esvoaçam
por entre os suspiros da noite,
valsa de sombras e de segredos
que se revelam com o olhar
terno, no silêncio de qualquer gesto!

trepo entre cada meu desejo
palavras que componho sobre a terra
que desperta do interior do meu ser
cheiro da terra molhada,
trilho da dança dos nossos corpos!

e para que essa dança não se apague
e fique gravada para além das memórias
rabisco na memória do tempo
na tela de uma fria pedra
o fervilhar dos nossos versos

Bruno Ribeiro
Porto, 4.Abril.007

11 comentários:

betty boop disse...

Há noites que são indescritíveis…
O suor corrido entre carícias e olhares cúmplices
A dança sensual entre os corpos entrelaçados
não apagam da memória ...
os delírios…os sabores…os cheiros... Hmmmmm :))

Este poema fez-me recordar
um excelente restaurante “verso em pedra” no porto….
momentos que queremos reviver…com a companhia ideal.

Deixo-te um beijo mt especial... que fique gravado na tua memória ;)

Yohanan disse...

pintas entre os lençois e entre o corpo que desejas....fazes desenhos por entre os suspiros e os gestos silenciosos....trepas desejos acima e danças entre os corpos sedentos...
escrevendo assim deixas nesta tela o fervilhar dos versos e não só :)

Apaixonante...

Beijinhos fofos e doces embrulhados em algodao doce*

Morrigan disse...

Lindas as tuas palavras...existem sonhos que de serem tão reais não se apagam da memoria e transformam-se em algo definitivo, pelo menos, na nossa história. Um beijo

Moura ao Luar disse...

Hum que doce e luminoso...

Brain disse...

Há sonhos,
Mais reais,
Que a própria realidade!

Assim,
Continuemos a sonhar,
Para que a realidade,
Com eles,
Se possa encontrar.

Abraço e obrigado pela tua presença constante no meu espaço.

Twlwyth disse...

Como a minha memória não é das melhores e gravar numa pedra dá muito trabalho, vou antes gravar as tuas palavras no meu caderno. :)
Beijinhos

entre linhas disse...

Registos num tempo,que o tempo não apaga.

Bom fim de semana

Bjs Zita

Arion disse...

Gosto tanto do que escreves e de como o escreves... Abraço!

Solitária disse...

Estou aqui já algum tempo a tentar encontrar palavras para comentar, mas acho que não vou ser capaz...
Simplesmente adorei!!
Sonhos, recordações... Há momentos que ficam gravados para sempre!!
Votos de um bom fim de semana!
**BJS**

Rafael Velasquez disse...

bonito.

mensageira disse...

Apenas nas nossas memorias vivem os sentimentos, aquilo que nao queremos realmente esquecer...