quinta-feira, novembro 22, 2007

photo: noir total _ Tuta

Gélidas as palavras da solidão
Que trepam pelo meu ser
Como ervas daninhas
No crepúsculo da tua ausência…

Bruno Ribeiro
Lx. 29.Março.007

5 comentários:

Secreta disse...

Solidão que faz ninho em nós.
Beijito.

Azul disse...

Boa noite Bruno!

Solidão que nos envolve. Numa ausência que nos consome...

Beijinho
Azul

Flôr de Luali disse...

Grita a solidão que te consome, lança-a ao rio, para que o teu coração se ilumine, sorria e seja um jardim florido, com o perfume a primavera..
Beijinho no coração

mensageira disse...

Existem muitas maneiras de nos pronunciarmos sobre um sentimento...
Aqui esta uma forma belissima de o fazer.

Beijo.

(ja ca nao vinha à muito...)

nuvem disse...

Simples e muito bonito. Também já usei esta foto num dos meus poemas. É linda :)

Mil beijos