segunda-feira, janeiro 01, 2007

vagabundo de mim mesmo


emirjo nas dunas de areias negras,
transeunte de um ser que não conheço
os meus pés banhados nas ondas
que vão e vêm…
sombra do meu próprio ser,
de sonhos de pensamentos teus
vagabundo dos dias e das noites
derramo os meus passos por aí…
lanço o meu corpo sem saber para onde
mas para algum lado terei de ir
num luta constante
entre a razão e o coração
e do mar prateado ao luar
quando surges do horizonte vago
os meus olhos descansam nos teus
escondendo lágrimas secas
que em momentos outros
vagueavam no meu rosto.


Bruno Ribeiro
Lx. 10.Nov.06

7 comentários:

meialua disse...

"A vida só pode ser compreendida olhando-se para trás; mas só pode ser vivida olhando-se para frente." (Kierkegaard) Bom início de ano. Beijos com muito carinho*

melinha disse...

lindo! :)

Secreta disse...

Olá!
Passei para deixar o meu 1º beijito de 2007
Tudo de bom é o que te desejo.

( O poema é lindo )

Twlwyth disse...

Nas tuas palavras percebe-se a profundidade dos teus sentimentos. Um beijo e um bom ano.

Morrigan disse...

Parece-me que só saberemos apreciar as coisas realmente boas da vida quando, por qualquer motivo, sofremos. Embora a nossa vida decorra sempre em busca de um contorno sucessivo de situaçoes desconfortaveis para nós, na verdade sao estas situaçoes que nos permitem realmente apreciar o que de bom existe a nossa volta. um beijo e um bom ano

yohanan disse...

vagabundo de ti mesmo, dos dias e das noites... agora que iniciamos um novo ano olha em frente e deixa p trás a mágoa a dor, e agarra a mao da alegria dos momentos que podes fazer felizes. (desenha os teus dias da melhor maneira e pinta-os da cor que mais desejares, ninguem melhor do k tu conhece essas técnicas ;))

Muitos beijinhos fofos e doces como algodão.

rainbowsky disse...

Vagabundo de mim mesmo entro nas tuas palavras, vejo-lhes a essência, olho as palavras como se fossem as minhas, apenas não posso sentir da mesma maneira porque cada alma abre o ritmo das palavras em diferentes lugares...continua sempre a escrever... com essa geometria é sempre bom voltar a ler-te:) eheheh porta-te bem abraço.paulo